A EXPLOSÃO DO LÍBANO: ANÁLISE DA REDENTOR DE COMO MITIGAR RISCOS DE EXPLOSÃO

Essa semana, uma explosão de grandes proporções, incidiu sobre Beirute, Líbano, deixando
mais de 100 mortos, 5 mil feridos e 100 mil desabrigados.

Investigações apontam que a explosão se originou de um incêndio em um depósito que continha 2.750 toneladas de Nitrato de Amônio (tipo de sal granulado, sem cheiro e solúvel na água, usado geralmente como base na criação de fertilizantes).

Em geral aparenta ser uma substância de baixo risco, contudo quando entra em contato com o
calor, torna-se explosivo, ocorrendo a detonação. A Redentor já alertou algumas vezes, inclusive em artigos anteriores que muitos produtos não explosivos, podem se tornar explosivos de acordo com as condições, e que, por esse motivo é necessário o uso de abafadores corta-faíscas (que eliminam as faíscas provenientes dos gases dos motores à combustão, por meio das aletas internas e da tela corta chamas, impedindo assim o contato com as substâncias no ar potencialmente
explosivas, e, consequente possível explosão e/ou incêndio), inclusive citando o exemplo de fertilizantes.

Além disso, insistimos que qualquer substância que possa, em contato com calor extremo, se
tornar combustível ou explosiva deve ser armazenada de maneira segura dentro de Armários
Corta-Fogo.

Mas é possível armazenar grandes quantidades em um armário? A Redentor possui um Armário Corta-Fogo para 4 Tambores, cuja capacidade total é de 800 L ou 960 kg, quase 1 tonelada. Além disso, a Redentor possui uma equipe especializada em Produtos Personalizados, que terá prazer analisar a viabilidade e requisitos normativos e verificar a possibilidade de fabricação Armários personalizados, que atenda as medidas e capacidades do cliente, sem perder a segurança.

Open chat
Solicite seu orçamento!
Olá tudo bem?

Você pode solicitar seu orçamento e cotação por aqui!